• Tipo:
  • Gênero:
  • Duração:
  • Classificação média:

Rose Muraro

Resenha Rose Muraro

Rose Marie Muraro esteve ligada à maioria dos movimentos libertários no Brasil. Foi diretora da Editora Vozes, quando se tornou o mais importante aparelho produtor e reprodutor da ideologia católica de esquerda no mundo. Hoje, é pós-cristã e pós-tudo. É uma das maiores intelectuais do País. Sua casa é freqüentada pelas reportagens da Globo e por políticos como Lula. Nasceu praticamente cega e venceu todas as limitações de uma quase-cegueira. Teve câncer duas vezes, e descobriu a razão: ao lutar contra a igreja, enfrentando a autoridade do Papa, guardou mágoa profunda. Após descobrir, livrou-se duas vezes da morte.

É dela o depoimento sobre a leitura de RETORNO DOS ATLANTES.

Fui editora por mais de trinta anos. Li cerca de 16.000 originais. Publiquei mais de 1.600 deles, dos quais 160 foram e são grandes livros, e cerca de apenas 16, obras-primas.

Confesso que quando recebi o pedido de ler o original de Retorno dos Atlantes fiquei desanimada. Mais um! Comecei a leitura e, ao contrário do que imaginava, tive uma surpresa muito agradável.

Comecei a lê-lo e fui obrigada a largar o meu próprio livro que estava escrevendo, e só parei quando acabei a última palavra do original.

Incrível.

É um livro popular, não acadêmico, mas no qual se encontram uma variedade de gêneros literários.

Ele basicamente quer passar uma mensagem mística de amor, inclusive na cadeia das vidas passadas e futuras. Mas, além disso, uma série de gêneros literários se entrecruza dentro dele. Passa do místico ao policial, ao relato histórico indo até o pornô (sem nenhuma decadência do texto), chegando ao conto de fadas, porém sem infantilidade, até a ficção científica sem vulgaridade.

Trata de batalhas e emoções profundas que vão da Atlântida ao Egito. E, em momento nenhum entra no chavão, o que seria de esperar num livro deste tipo.

Consegue manter uma leitora, cética como eu, o tempo todo na ponta dos pés, esperando a próxima palavra ou o próximo evento.

É um caleidoscópio que inclui situações universais e, portanto, conhecidas por todos, como a construção da Esfinge e da Pirâmide de Gisé, pelos atlantes, com todos os seus significados misteriosos e atemporais, até situações que advêm de poderes tão extraordinários quanto os mais improváveis contos de fadas…

Tais como: o transporte instantâneo de todos os habitantes, descendentes ou reencarnados dos atlantes, em transição do Sul da África para o Norte do Egito, muito mais de mil quilômetros de distância, instantaneamente, como no teletransporte que, provavelmente, já será possível no século XXII.

Ou então o transporte de nossos heróis através de um rio, cercado de povos inimigos, não pelo próprio rio, mas pelo ar, como se as barcas levitando fosse aviões.

Como em todos os romances populares ou novela de televisão, é a luta entre o bem e o mal, entre o amor e a agressividade insana, mas mesmo assim, é muito original.

Quem escreveu este livro conhece a profundidade do verdadeiro amor entre homem e mulher, mesmo que ele não possa ser um amor carnal, por se tratar de pai e filha, o que torna ainda mais atraente a leitura do livro.

Nesta obra tudo se interconecta: poderes espirituais extraordinários que se transformam em poder material, também o poder de um mal extraordinário, cenas de intensa inveja muito bem construídas, batalhas, meditações, e todo o encanto de uma narrativa de civilizações tão fascinantes e misteriosas, como a Atlante e a Egípcia.

Confira todo o ensinamento desta obra!

Clique Aqui e adquire o livro ou visualize por GOB

Role para cima