• Tipo:
  • Gênero:
  • Duração:
  • Classificação média:

Como Lidar com pessoas Falsas

  • Faça a primeira colaboração
  • 2015
Compartilhar

DA HABILIDADE PARA LIDAR COM PESSOAS MASCARADAS

Da habilidade para lidar com pessoas mascaradas, você me diz que é laborioso, como quem pergunta: o que fazer com isso? Eu compreendo você e a sua dificuldade em aceitar as “máscaras” no trato social.
Procure, agora, ampliar a sua visão/conceito/consciência para o seguinte aspecto: máscaras são defesas. As pessoas, muitas vezes, são medrosas, desconfiadas, tensas, ansiosas, irritadas ou estão na dependência da aprovação de alguém que a controla, ainda que saibamos: esse controle é uma estorinha bem imaginária que a mente cria. As máscaras sociais existem para esconder o que a pessoa sente a necessidade de ocultar.
Você diz da sua dificuldade com pessoas dissimuladas, mas a dissimulação também é uma máscara, um expediente desajeitado que a pessoa utiliza, por falta de maturidade psicológica, falta de autoconhecimento.
Em alguns casos, pense nas máscaras e nos mascarados como algo que lhes parece mais fácil de lidar. Esconder-se nessa espécie de “faz-de-conta”, no entanto, cria mais encrencas do que ser e fluir com naturalidade. Você já escutou inúmeras vezes: “seja você mesmo”. Mas, do que estamos falando com esse “seja você mesmo”?
Ser você mesmo é se sentir à vontade, consigo e com qualquer pessoa, situação ou lugar, como se estivesse tomando café na sua casa. Naturalidade. O que ocorre é o contrário. Imagine o nervosismo diante de uma entrevista de trabalho. Usar uma máscara social é uma característica natural de pessoas inseguras. É raridade iniciar a vida e já ser uma criança ou adolescente com maturidade e segurança. Ora, tem pessoas de 70 anos com idade emocional de 15 anos. Não amadureceu emocionalmente.
Já a maturidade é você estar à vontade de tal forma que, ao encontrar uma nova pessoa, age tão naturalmente que fica a impressão de ambos se conhecerem há muito tempo.
Assim, ao se portar com segurança, autoconfiança, maturidade, em vez de barreiras, você cria afinidades e as máscaras não comprometem mais. Se do outro lado a máscara continuar, não é problema seu, você não tem mais nada a ver com isso, pois já fez a sua parte, foi natural, autêntico, bem legal, 000 fluiu soberanamente e com toda simplicidade. A opinião alheia? Ah, meus queridos, devagar com a opinião alheia.
Um alerta aqui é bem importante: a Compaixão é o máximo quando enfrentamos o teatro das aparências, em qualquer lugar, seja no lar, no trabalho, e com todo ser humano que cruzar o seu caminho. Somente o sentimento da compaixão nos leva a compreender que, por trás da máscara existe uma natureza de sofrimento. Por isso as máscaras existem, para a pessoa criar um refúgio, e nele esconder a sua fragilidade. Não vê que tantas vezes o seu coração chora ou está oprimido, mas você tem de corresponder com um sorriso? Então, se você for capaz de compreender a sua natureza, você compreenderá toda a natureza, inclusive as encrencas humanas, porque todas elas nascem de uma natureza de sofrimento e dor.
Ninguém é mascarado porque quer, afinal isso não é exatamente viver, é encenar. A imaturidade psicológica faz sentir que não existe outra saída ou melhor forma de se defender. Não é verdade. Quando a gente amadurece, percebe que pode ser natural sim, ou ser você mesmo. Tem medo do quê? De reprovação? De crítica? De pagar mico? E daí? Tenha bom-humor e ria dos próprios micos. Não tenha tanto preciosismo consigo, ou vai enxergar todo mundo mascarado, e aí sim, é você o problema e não somente o outro.
O importante é você se conhecer, saber até onde confia em si mesmo, para aprender a confiar cada vez mais, o quanto procura agir corretamente, e o restante é problema do outro, não é problema seu. Não tome para si o que pertence ao outro, como por exemplo, a opinião alheia. Respeitar a opinião do outro não significa abaixar a cabeça e sofrer, ok?
Perceba a realidade sua ou de alguém, porque na maioria das vezes, a pessoa nem sonha sobre o que é um processo verdadeiro de autoconhecimento, portanto, vive no piloto automático, o ser real vive abafado pelos seus personagens e, por fim, esses personagens de sofrimento ou de glamour, passam a comandar e a pessoa se mostra artificial, vazia, inconsistente e de papo tolo. Ela não foi treinada para a verdade de si mesma, e não desenvolveu sequer a capacidade de se comunicar com mais profundidade. Ainda assim, lembre-se, todo ser humano, por mais que você o veja como intratável, possui um oceano cósmico escondido no seu vasto mundo interior. Se ele conseguirá desbloquear e jorrar todo esse poder, aí já é outra história.
A compaixão consciente nos faz olhar, interagir e transformar a realidade aparente, a partir do momento que impedimos o nosso emocional de se envolver, de mergulhar, de se contaminar, e também de reagir com inquietação, tensão, explosão. Não se inquiete, mantenha sempre a calma e o distanciamento interior de questões relativas às aparências. Nesse mundo, tudo o que seus olhos veem são aparência, não se deixe dominar pelas aparências, vá procurar a energia que move tudo por trás das aparências. E, em alguns casos, se houver descompasso ou encrenca, prepare-se para agir com racionalidade e impessoalidade.
Pode parecer estranho, mas a compaixão é razão pura, feita de amor e racionalidade em equilíbrio. As máscaras simplesmente deixarão de afetar. E com você, essas pessoas terão um pouco mais de coragem para serem elas mesmas, confiando em sua energia calma, compassiva e assertiva.
Fingimento, hipocrisia, dissimulação não afetarão você, porque aprenderá a manter uma distância prudente das emoções e sugestões negativas, que nascem a partir da perspectiva do convívio com pessoas muito inseguras. Seu questionamento pode servir para outras pessoas. Por isso, somos gratos a você.
Por fim, queridos, tudo na vida é treinável. Eu mesma vivo em treinamento e Alarcon também. E chamamos a isso Prática Humi, método fácil, porque não tenho tempo para coisas complicadas.
Quer praticar também? Recomendo, então, que primeiro leia O Padrão Humi – Orientações dos Mestres – Práticas para Imunização. Se gostar, procure o Programa Consciência da Totalidade, faça adesão e ganhe um Facilitador para trilharem juntos uma jornada de autodescobertas. Então, sim, você terá pulso firme e serenidade para enfrentar as questões da vida, com sucesso, atraindo o reconhecimento e a admiração das pessoas. Fique em paz profunda e receba um abraço cósmico de Nilsa e Alarcon.

Colaboração

Não há comentários de Como Lidar com pessoas Falsas
Faça a primeira colaboração

Comentários para Como Lidar com pessoas Falsas

No momento não existem comentários para Como Lidar com pessoas Falsas
Role para cima
wpChatIcon